aplicativos descentralizados (dapps) E A REVOLUÇÃO NOS SOFTWARES

O Bitcoin inaugurou a era da tecnologia Blockchain, e outra criptomoeda nos levou a uma revolução dos aplicativos descentralizados. Estamos nos referindo ao Ethereum, criado em em  2014, quando já havia mais de 200 criptomoedas em circulação. 

O Ethereum  marca a chegada de um protocolo para a criação de aplicativos descentralizados, os Dapps (DApps – Decentralized Applications). Esses aplicativos recorrem ao uso de smart contracts (contratos inteligentes) para funcionarem. 

Quer entender a repercussão disso para o futuro da internet, saber o que muda com o advento dos DApps, que utilidade eles têm, quais as vantagens deles? Este artigo vai te deixar por dentro de mais esta inovação. Vamos juntos!

A Blockchain  e os DApps

Se você entender o que é a Blockchain fica muito fácil compreender o funcionamento dos DApps. A Blockchain dá suporte ao Bitcoin, facilitando transações financeiras, sem necessidade de uma entidade central. Os DApps, por sua vez, também funcionam de forma descentralizada, pois estão instalados em uma Blockchain, uma rede  de dispositivos.  

Isso significa que um DApp é um aplicativo que corre em uma rede descentralizada, governada por todos os seus participantes, e não por uma autoridade central. Não é o máximo?

Portanto, o Bitcoin pode ser considerado o primeiro aplicativo descentralizado, que tirou proveito da tecnologia Blockchain para reproduzir o dinheiro convencional.Temos outro artigo que explica detalhadamente a Blockchain, você pode conferir aqui.

 Características e tipos de DApps

  • Descentralização: A primeira e  fundamental característica dos DApps é que   os usuários podem contribuir com os aplicativos.
  • Versatilidade: podem ser utilizados nas mais diversas áreas,  por exemplo, no desenvolvimento de jogos e no financiamento coletivo.
  • Realizam a emissão de tokens de acesso e proporcionam recompensas para os usuários (Como na mineração do Bitcoin!)
  • Uma Blockchain pública armazena os dados do aplicativo, e também seus registros.
  • Algoritmo de consenso: todas as transações e alterações precisam ser validadas em consenso, por isso o open source é importante; esse mecanismo de consenso  também interfere no sistema de incentivos.

Existem também as características particulares de cada tipo de DApps, subdivididos em  tipo I, II ou III.

  • Tipo I:  Com sua rede própria de Blockchain  funcionam como uma espécie de sistema operacional.
  • Tipo II: De aplicação  genérica, são os aplicativos criados pelos apps do tipo I.
  • Tipo III: Também são aplicativos desenvolvidos com os dapps tipo I, mas de aplicação  específica.

Mas quais são as aplicações práticas, reais, desses DApps, afinal de contas? Para que servem? 

Exemplos de DApps

Quer um exemplo de aplicativo descentralizado? O próprio Bitcoin é o primeiro de todos os DApps!  O Bitcoin é um DApp, que iguala a função do dinheiro tradicional. Mas então, por que o mérito dos DApps é do Ethereum? 

Porque foi ele que trouxe  maior flexibilidade à criação de outros aplicativos descentralizados, com propósitos específicos. Qualquer um pode criar um token na rede do Ethereum.

Vejamos outros DApps interessantes:

Crypto Kitties

Aplicativo descentralizado baseado no Ethereum que fez muito sucesso, com seus tokens representando gatos com atributos únicos. Ele usava os smart contracts para interações, trocas e vendas.

Parece brincadeira, mas com a compra e a venda desses animais criptográficos um jogador criou um portfólio de gatos virtuais avaliado em US$ 40.000! 

Civic (CVC)

O Civic é um DApp utilizado para facilitar o processo de verificação de armazenamento e verificação de identidade.

Com ele é  possível registrar dados e documentos pessoais, que ficam depois guardados na Blockchain da Civic, com isso,  automatizar os registros em serviços que exigem o KYC – Know Your Customer – de seus clientes.

Basic Attention Token

O Basic Attention Token, baseado no Ethereum,  tem um modelo de  publicidade que recompensa  todos os usuários . Isso significa que você, ao ver anúncios enquanto navega online, é pago com a criptomoeda $BAT. 

 Golem

Com o Golem os usuários podem  comprar poder computacional para executar programas pesados (como renderização ou cálculos complexos); quem cede esses recursos são os usuários da rede que têm poder computacional inutilizado, sendo recompensados com o token GNT.

Numer.ai

O Numer.ai é um fundo de investimento que usa machine learning para auxiliar na tomada de decisões em hedge funding e recompensa seus participantes em Bitcoins.

Benefícios dos DApps

Open Source: geralmente o código-fonte dos aplicativos descentralizados está disponível para todos consultarem (código aberto).

Outro benefício são os incentivos: por ser baseada na  tecnologia Blockchain, os nós da rede são recompensados pela sua contribuição com tokens do próprio aplicativo, tal como acontece na mineração de Bitcoins.

Por último, temos a maior competitividade nos custos de operação , pois qualquer um pode participar do processo de validação, não sendo restrito a um único provedor de serviço.

Aplicações práticas dos DApps

Várias áreas podem utilizar os DApps, vejamos algumas delas: 

  •   Serviços de empréstimo e educação financeira: aplicativos descentralizados podem ter como objetivo educar as pessoas para lidarem com o dinheiro, treinar gestores de empresas.  
  • Know your customer (conheça seu cliente): os dapps podem ser usados para melhorar o relacionamento das empresas com o cliente, oferecendo um atendimento mais personalizado e um melhor gerenciamento de dados.
  • Game e entretenimento: Alguns jogos possibilitam que os usuários ganhem criptomoedas de acordo com o desempenho no jogo.
  • Redes sociais descentralizadas: Também pode-se  usar DApps  para a criação de redes sociais, usando como base a tecnologia Blockchain e possibilitando a recompensa dos usuários que indicarem novos participantes para a plataforma. Além disso, as pessoas podem colaborar com os aplicativos e como recompensa gerar tokens ou moedas digitais.

Amarrando as ideias, ou melhor, juntando os elos 

A cada dia mais DApps são desenvolvidos, popularizando e difundindo o conceito de Blockchain. Consequentemente, geram-se milhares de contratos inteligentes, efetuam-se milhões de transações e milhões de dólares circulam dentro dos DApps.

A Blockchain trouxe mais liberdade no sistema monetário, mas como o mundo da tecnologia está em constante evolução, aquele  foi apenas o primeiro passo para que, mais tarde, os DApps pudessem expandir esse conceito, trazendo mais liberdade para a internet de modo geral. 

Fazendo uma comparação, a Blockchain está para o sistema monetário assim como os DApps estão para os softwares da internet.

Cada uma dessas tecnologias é um novo  elo na infinita cadeia do mundo digital, onde cada vez mais deixamos de ser meros espectadores, e nos tornamos participantes ativos, agentes de transformação. 

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

CARDANO (ADA), O QUE É?

Next Post

Litecoin (ltc), o que é? ENTENDA sobre essa altcoin.

Related Posts