Ripple (xrp) – entenda uma das ALTCOINs do mundo cripto

Ripple, que tem por sigla XRP em sua criptomoeda. Você já ouviu falar desse nome no universo das criptomoedas alguma vez? Se não, verás através deste artigo.

De antemão, pode-se dizer que é uma das altcoins famosas atualmente no mercado financeiro virtual. Como todas as outras altcoins, também tem uma forma inovadora dentro do mundo das criptomoedas.

Sendo assim, entenderá através desta leitura: seu objetivo, quando foi criada, sua diferença do Bitcoin e muito mais. Continue até o fim desse artigo, se queres entender como funciona a cripto.

Bem vindo de volta, caro leitor. Vamos embarcar neste artigo, onde o objetivo é trazer conhecimento e descomplicar o que parece complicado.

o que é ripple ( xrp ) ?

A Ripple é uma rede de pagamento distribuído, tendo a XRP como moeda própria de seu sistema. Sua plataforma é capaz de agregar tokens diferentes que representam bens ou mesmo as moedas tradicionais.

Sendo assim, o sistema proporciona que os pagamentos aconteçam de forma segura e eficiente, através da RippleNet, que possibilita uma experiência de pagamentos maior entre mercado e seus clientes graças a tecnologia blockchain de primeira, o que torna ainda mais ágil qualquer serviço de pagamento, atuando também na redução de custos. ( Definição dada á RippleNet ).

Importante frisar que a Ripple é uma blockchain descentralizada, possui código aberto e é capaz de realizar transações em 5 segundos no máximo.

Porém, o trabalho de validação é menor, pois a plataforma não trabalha com mineração.

Surgimento da plataforma

Surgiu em 2012, mas foi em 2011 que iniciou a tecnologia da XRP através do consenso distribuído, criado pelo programador Jed McCaleb. E foi criada como inspiração na pioneira, Bitcoin, e também na RipplePay.

A equipe total de criação da Ripple foi composto por : Chris Larsen, David Schwartz e Arthur Birtto, e á princípio o nome da empresa era Opencoin, porém, o nome foi trocado para Ripple Labs em 2013.

O lançamento da XRP aconteceu oficialmente em 2013, quando conseguiram capital de aproximadamente US$ 7,5 milhões, através de investidores importantes e de renome, além de empresas de capital de risco.

Atualmente, a Ripple Labs continua sendo o principal criador do sistema de verificação da XRP.

Não podemos deixar de redigir que é mais uma das altcoins capaz de inovar dentro do mercado financeiro virtual, visto que a empresa também fechou parceria com a Earthport, empresa de serviço de pagamentos global, em 2014.

Para que serve a Ripple xrp?

Á princípio, não foi criada para utilização direta por consumidores, por se tratar de um token próprio que têm por objetivo dar liquidez para agentes financeiros e bancos, ou seja, basicamente funciona como rede de liquidação.

Sendo assim, quando foi citado acima o trecho ” possibilita uma experiência de pagamentos maior entre mercado e seus clientes ” ,tem relação diretamente com a plataforma RipplePay.

2 vantAgens e 1 desvantagem

Vantagens:

1 – Permite integração com sistema financeiro tradicional;

2 – Padrão-aberto, permitindo conexão facilitada com os sistemas de pagamento.

desvantagem:

NÃO REQUER MINERAÇÃO, o que diminui o incentivo do trabalho de validação das transações.

Onde armazenar?

Carteiras são locais onde armazenam as senhas e chaves. Existem diversificados tipos de carteiras. Além do mais, podem ser classificadas como hot, quando conectadas á rede de internet, e cold, quando não há conexão de rede.

Segue alguns modelos de carteiras :

  • Mobile para smartphone;
  • Online, via armazenamento de dados em nuvem;
  • Software para computadores;
  • Hardware em USB;
  • Impressas.

Semelhança da Ripple com o Bitcoin

Ainda que não pareça, há algumas semelhanças entre Ripple e Bitcoin. O interessante dessa postagem, é que será abordado acerca das semelhanças entre uma e outra, diferente das outras postagens no quais temos o costume de abordar as diferenças.

Segue algumas semelhanças entre elas:

  • Funcionamento de forma descentralizada;
  • Ambas tem base em fórmulas matemáticas e número limitado de unidades que podem ser mineradas. Além disso, podem ser transferidas de conta para conta sem que haja intervenção para segurança para proteção contra moedas falsas.

Sendo assim, ela não é vista como adversária do Bitcoin e sim um complemento.

Ripple e produtos

Assim, a Ripple criou alguns produtos desde que foi desenvolvida. Os produtos estão integrados no Ripple Network :

  • XRP : Nome principal da criptomoeda ;
  • XCurrent : Desenvolvido para que as transações aconteçam instantaneamente ;
  • XVia : Interface de pagamento da Ripple ;
  • XRapid : Denominado para o uso da XRP dentro do XCurrent.
Observações
  • Ressaltando mais uma vez, Ripple não minera, trabalha com consenso distribuído.
  • Ripple não cobra taxa de transações, porém, não retém parte dela também após o término. A quatidade que resta é destruída.
  • Existem aproximadamente 100 bilhões de Ripples existentes. Metade circula e metade a empresa segura.

Quanto conhecimento pudemos adquirir através desse artigo, né?

Compartilhe com seus amigos este artigo sobre a cripto Ripple.

Nos conte abaixo, qual parte lhe chamou mais atenção. Nos conte também sobre o que aprendeu conosco através desta leitura.

Obrigada por ler este artigo, e te espero no próximo.

Até mais!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Desvendando o HODL de criptomoedas

Next Post

CARDANO (ADA), O QUE É?