Finanças Descentralizadas

Defi ( Finanças Descentralizadas )- Você sabe o que é?

Você conhece o conceito de DEFI dentro do mercado financeiro virtual? Se não conhece, hoje conhecerá, pois é exatamente o assunto que será abordado neste artigo.
DEFI é mais uma das promissoras evoluções dentro do mercado cripto e no decorrer dessa leitura você entenderá o porquê através das funcionalidades, vantagens e muito mais.


Bem vindo, caro leitor. Vamos embarcar nessa jornada de conhecimento. Nossa missão é trazer tudo sobre esse promissor e revolucionário mercado de uma forma simplificada, a fim de descomplicar o que parece ser complicado!
E aí, estás disposto a aprender neste dia? Se sim, vamos nessa!

o Que é defi?

DEFI é a abreviação de “Finanças Descentralizadas”, ou ” Descentralized Finance “. Conceito abrangente na questão que remove terceiros em aplicações financeiras. São basicamente caracterizadas como serviços financeiros que envolvem criptomoedas. Operam nos algoritmos da blockchain Ethereum, o que torna as informações totalmente descentralizadas.

A eliminação de terceiros entre os processos é o que causa animação em curiosos e especialistas, pois os processos podem ser otimizados se encurtar o caminho.

O que podemos compreender é que a DEFI possibilita sempre a abertura de mercado, sem terceiros centralizados que possam bloquear ou impedir algum processo, sendo assim, é sempre um processo mais democrático e acessível.

Que interessante, não é verdade?

quando Surgiu?

O termo surgiu em 2018, quando os pioneiros no mercado se uniram para fazer um debate e falar de suas experiências. Desde lá, os projetos em DEFI só cresceram.

Geralmente, os projetos têm como objetivo recriar produtos financeiros através de protocolos descentralizados.

As funções habilitadas através desses protocolos, são : emissão de dívida, troca de risco, trades de futuros, loteria sem perder os valores do ticket, etc.

Por ser uma tecnologia nova, os produtos existentes têm o foco somente nas pessoas que já tem certa familiaridade com o assunto, que conheça o mundo de criptomoedas e participam da comunidade de forma ativa.

Qual a utilidade do dEfi?

Serve para fazer serviços financeiros que tenham relação com criptoativos que é além de realizar transferências. Com o protocolo, pode mandar dinheiro para todo lugar do mundo, pagar em fluxos, atuar com empréstimos e tudo mais. A DEFI pode fazer qualquer tipo de coisa que está ligado com o mercado financeiro, de forma rápida, segura e econômica.

Com esse pequeno parágrafo, vocês podem perceber o quanto esse mercado evoluiu de uns tempos para cá. Onde antigamente, só quem poderia atuar com dinheiro ou qualquer coisa que envolvesse capital, eram os órgãos centralizados. Querendo ou não, a DEFI facilita em quase 100% tudo isso.

Já pensou? Como seria mais fácil nossas vidas com as DEFI!

benefÍCIOS e riscos da defi

Analise algumas vantagens e riscos dentro da DEFI.

Benefícios :

1- Total prioridade do dinheiro : Nas regras da DEFI, o dinheiro é totalmente do proprietário, e não deve ser mandado para outras instituições, sendo assim, só você tem o poder de decidir o que fazer com ele.

2- Sistema rápido e democrático : Qualquer transação pode ser feita a qualquer momento, além de ser código aberto, então qualquer um pode utilizar sem pagar absurdos de taxa.

Riscos :

3- Erros no sistema: Ocorrendo erros no sistema, pode facilitar a invasão de hackers e erros de cálculo.

4- Risco de ser regulamentada: Não há tem como prever o futuro dela.

5- Problema de congestionamento na rede : Fator que vai ser atualizado no decorrer do tempo.

Como funciOna a defi?

A DEFI é uma nova criação do sistema tradicional financeiro. Qualquer coisa que se tente fazer que envolva finanças dentro do sistema tradicional, sempre vai ter pessoas trabalhando por trás. Incluindo serviços simples de transação, até mesmo empréstimos, no sistema tradicional sempre haverá alguma autoridade no controle.

É preciso levar em conta também o tempo de demora para finalizar esses processos. Tudo isso se dá porque está dentro de um sistema centralizado, totalmente burocrático, contendo muitos intermediários no meio. O que acaba tornando o serviço muito demorado.

Foi exatamente por todos esses fatores do serviço tradicional que começou a ideia de fazer um sistema descentralizado, o que tornaria tudo mais prático e acessível, porque iria tirar os intermediários de cena.

A DEFI tem relação com smart contracts, ou contratos inteligentes. Os contratos inteligentes são pré-programados no blockchain. Funcionam como acordos de contrato comum, onde é inserido as condições dos envolvidos. Após essa etapa e estando tudo certo, ele se autoexecuta sem que precise de alguém por trás para regular a execução dos contratos.

7 criptomoedas defi

Recentemente, a corretora brasileira mercado Bitcoin listou 7 criptoativos de DEFI, segue a lista :

1- Uniswap ( UNI ) : Token de governança.

2- Aave ( AAVE ) : Sistema que permite empréstimos e ganhos retornos sem intermediários.

3- Yearn ( YFI ) : Autoriza que os usuários otimizem seus ganhos por empréstimos e serviços DEFI.

4- Compouned ( COMP ) : Autoriza empréstimos e possibilita retorno ao fornecer criptomoedas para liquidez da rede, 100 que intermediários possam interferir.

5- Curve ( CRV ) : Faz trocas sem intermediários, principalmente com criptos estáveis.

6- Synthetix ( SNX ) : Autoriza usuários façam a emissão digital de ativos reais.

7- 0X ( ZRX ) : Plataforma que dá estrutura e prover liquidez para Exchanges.

É possível que as defi ameacem o mercado financeiro tradicional?

Bom, na visão do mercado financeiro tradicional, essa nova tecnologia pode sim significar uma ameaça. Então, mesmo que seja novidade no mercado, a forma descentralizada de lidar com transações, empréstimos e outras coisas relacionadas com o mercado financeiro é algo realmente animador. O fato de não precisar que alguém veja as transações feitas ou qualquer outro tipo de serviço, traz certa ameaça ao mercado financeiro tradicional.

A questão da praticidade nos serviços, sem taxas absurdas a se pagar, não importando qual seja o serviço, não tem como não trazer ameaça aos órgãos centralizados.

A ideia é inovadora, traz praticidade e num estalar de dedos você conseguiria resolver problemas que, nos órgãos centralizados, você conseguiria resolver em um dia inteiro ou nem conseguiria. Porém, as DEFI ainda estão se expandindo, pois é totalmente promissor devido aos benefícios.

Gostaram do artigo de hoje? Que ideia inovadora, certo?

E aí, você faria o uso das DEFI? Nos conte abaixo, estamos curiosos para saber.

Compartilhe essa informação importante com quem gosta de estar constantemente informado.

Até mais!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous Post
Initial Coin Offering

ICO ( initial coin offering ) : O que é? Como funciona?

Next Post

O que é Baleia no Mercado de criptomoedas?

Related Posts