O que é Baleia no Mercado de criptomoedas?

Você já ouviu falar do termo baleia no mercado de criptomoedas? Se não, hoje você irá entender esse termo e o porquê os maiores investidores são vistos dessa maneira, tanto no que tange ao mercado cripto, como na bolsa de valores.

Iremos apresentar outros termos ligado á esse universo também, fique ligado!

Bem vindos de volta ao blog do Zencripto. É bom tê-lo como leitor fiel da nossa página e nosso desejo é que você permaneça por aqui sempre. Neste lugar, você irá encontrar tudo sobre o gigante universo das criptomoedas.

Então, sem mais demoras e delongas, vamos adquirir conhecimento.

O que é a expressão ” baleia do mercado de criptomoedas ” ?

A ” baleia ” ou ” wallets ” é uma expressão dada á alguém que possui um capital gigante dentro do mercado de investimentos, bancos e outras corporações de renome.

Geralmente, a baleia se refere á um único investidor individual. Essa gírias e outras, como ” tubarão ” e ” homem gordo ” são totalmente normais nesse meio.

Mas, é importante ressaltar que a importância dessas baleias não se resume somente á quantidade de criptoativos que possui.

O termo também se refere aos investidores de varejo, que atuam com o mesmo sentido : fazem aplicações em Bitcoin e outros criptoativos.

Geralmente, não existe uma quantidade de dinheiro determinada para definir um investidor baleia ou não, porém, o valor de capital precisa ser considerável, pois é comum que se reconheça alguém como baleia quando o seu capital passa dos milhões de dólares.

Enquanto uma baleia é uma pessoa ou empresa com capital milionário, também existem as “sardinhas“, ou seja, pequenos investidores do varejo. O termo ” sardinha ” se dá por serem as partes mais vulneráveis do negócio.

Existem outros termos nesse meio, como :

✓Touro : Termo que descreve o mercado em alta.

✓Urso : Mercado em situação de queda.

Golfinho : Termo dado á investidores que compram ações na abertura de capital das empresas e vendem o mais rápido que podem.

✓Manada : Termo dado para descrever ações de vários investidores indo em uma só direção.

Como atua no mercado ?

Baleia do mercado de criptomoedas podem influenciar na mudança de tendência com as transações gigantes.

O fundo e investidores desse patamar gerenciam centenas de Bitcoins, ou milhões de dólares e conseguem fazer um feito extraordinário : entram e saem das posições sem que precisem do livro de ofertas em Exchanges ou corretoras, ou seja, se movimentam em silêncio a ainda sim conseguem causar rebuliço nesse mercado.

Com o grande capital, as instituições movem o mercado mais fácil, e os pequenos investidores acabam tendo que ” sair do caminho “. E é por causa disso a metáfora ” baleia ” nasceu, e fica naquele contexto : ” Ou você sai por livre e espontânea vontade, ou será expulso “.

quem São as baleias do mercado das criptomoedas?

Investidores institucionais, empresas de risco, Hedge Founds são alguns exemplos de baleias do mercado de criptomoedas. O capital que esses investidores possuem gira em torno de bilhões de dólares.

Eles podem comprar e vender criptomoedas em grande quantidade de uma vez só, e isso gera alta e baixa nos preços do ativo.

Por exemplo, em questão de momentos, uma criptomoeda pode valer milhares de dólares a mais ou a menos e quem adquiriu estando com o preço em alta, tem chances de ter um lucro gigantesco.

E como não é novidade para ninguém, as criptos estão dentro de um blockchain, que tem por função registrar todo e qualquer valor que for transferido, permitindo ver quem transferiu e qual valor foi despachado.

Então, os investidores prestam atenção nas grandes quantidades de criptomoedas que são movimentadas, pois é um fator que pode mexer no valor delas, e são coisas que ocorrem em momentos inesperados.

É interessante mencionar também que as baleias costumam respeitar ciclos, ou seja, quando o valor da moeda cai, eles aproveitam o baixo preço para comprar ainda mais.

Imagina o clima de tensão que fica com essa alta e baixa nos preços de criptos! ( Com ênfase na cripto Bitcoin ).

características atraentes aos grandes investidores

Além do mais, o mercado financeiro ( ou de Bitcoin ) frisa algumas características que se tornam muito atraentes para os investidores de riscos, por exemplo :

  • Sem regulamento;
  • Sem interferência e concorrência com bancos ou outros órgãos centralizados.
  • Capitalização pequena de mercado.

Os bilionários do Bitcoin

Abaixo, citarei alguns nomes de bilionários, os famosos chamados de baleia do mercado de criptomoedas, porém, é importante ressaltar que alguns são anônimos e outros são bem conhecidos, pelo menos no mercado cripto. Segue alguns nomes:

  • Michael Saylor – CEO da MicroStrategy.
  • Tim Draper – Fundador da Draper Fishes Juvertson e outras empresas.
  • Sam Bankman – Fried – Fundador da FTX.
  • Mathew Roszak – Presidente da Bloq.

Alguns fundos que anunciaram participação nesse meio :

  • Coin Capital Partners.
  • Bitcoin Investment Trust.
  • Global Advisors.
  • Falcon Global.
  • Fortress.

Notícias recentes sobre as baleias

Baleia aluga 15 mil BTCs para lucrar com aposta na queda do bitcoin. ( FONTE : PORTAL DO BITCOIN )

Uma baleia (investidor com grande quantidade de criptomoedas) pegou emprestado 15.157 bitcoins (cerca de US$ 484 milhões) da corretora Bitfinex na manhã desta sexta-feira (25), em uma operação conhecida como venda a descoberto (ou short). Em poucas horas, ela faturou US$ 24,6 milhões.

Na prática, nesse tipo de movimento a pessoa ou empresa aluga criptomoedas da exchange por um tempo determinado para devolvê-las no futuro, na esperança de o preço cair. Se o BTC desvaloriza, ele fica com a diferença; se sobe, fica no prejuízo.

O BTC saiu de US$ 33,6 mil para US$ 31.974 desde que a baleia fez o aluguel das criptomoedas, uma queda de 4,84% e de US$ 1.626 em números absolutos, conforme o Índice do CoinDesk.

Baleia mexe em carteira parada há nove anos e transfere R$ 160 milhões em bitcoin. ( FONTE : PORTAL DO BITCOIN )

Uma baleia que estava adormecida por nove anos resolveu despertar nessa semana e retirar US$ 32,2 milhões em bitcoin, cerca de R$ 162 milhões, de uma carteira parada desde 2012.

De acordo com o Whale Alert, um serviço de rastreamento que divulga as maiores movimentações do mercado, os fundos saíram da carteira na terça-feira (1º) e foram espalhados em centenas de endereços, provavelmente uma forma da baleia esconder sua identidade.

Desse modo, não é possível afirmar que os bitcoins foram vendidos em uma exchange ou transferidos para uma cold wallet mais segura.

Os dados da blockchain mostram que a baleia recebeu 900 BTC em agosto de 2012, quando o bitcoin valia cerca de US$ 13.50. Nove anos depois, o ativo é negociado a US$ 35.700, o que significa uma valorização de 265.000% no período.

Ao manter as criptomoedas paradas na carteira, os fundos da baleia que na época não passavam de US$ 12 mil, hoje estão avaliados em US$ 32,2 milhões.

Apesar do crescimento impressionante, as criptomoedas foram movimentadas no momento em que o preço do bitcoin ainda está 44% abaixo da máxima histórica de US$ 64.800, alcançada em abril. Naquele mês, os fundos estavam valendo quase R$ 300 milhões.

Gostou do nosso assunto de hoje? Comente abaixo a parte que mais te chamou atenção e compartilhe esse artigo com quem adora esse mercado. Até mais!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous Post
Finanças Descentralizadas

Defi ( Finanças Descentralizadas )- Você sabe o que é?

Next Post

Merlin Lab, o encerramento – Estudo de caso

Related Posts